Top

CELTRA representa restaurações cerâmicas totais de sucesso...

1 … com uma extraordinária
estética
Um aumento do conteúdo vítreo melhora visivelmente a estética, conferindo mais profunda opalescência e a fluorescência.
2 ... com excepcional
resistência
A dissolução quase atômica da zircônia não turva o vidro e reforça a matriz vítrea. Em combinação com a presença de cristais de cerâmica vítrea, temos como resultado uma alta resistência.
3 ... em um mínimo de of
tempo
Os cristais de cerâmica vítrea possibilitam um acabamento e polimento no estado final cristalizado, já na cor do dente. O processo de cristalização – como ocorre com o dissilicato de lítio – não é necessário.

PROPRIEDADES ÓTICAS E SEUS BENEFÍCIOS

OPALESCÊNCIA NATURAL
OPALESCÊNCIA NATURAL
Os cristais de silicato de lítio do Celtra, de tamanho de 500-700nm, correspondem exatamente ao comprimento de ondas da luz natural, responsável pela opalescência. Celtra se comporta como o esmalte natural do dente.
FLUORESCÊNCIA
A fluorescência de Celtra é graduada pelo brilho. Os finos cristais da microestrutura e o alto conteúdo de vidro criam um profundo efeito de fluorescência e facilitam o ajuste de intensidade.
FLUORESCÊNCIA
EFEITO CAMALEÃO
EFEITO CAMALEÃO
A alta condução da luz e a adaptação da cor de Celtra em combinação com o remanescente dentário natural e a pronunciada opalescência criam o desejado efeito camaleão. As propriedades óticas tem como base a microestrutura ZLS, Celtra possui risco mínimo de acinzentar.
Saiba mais sobre o Celtra® Duo

Propriedades mecânicas

ALTA ESTABILIDADE MARGINAL

Material 1Material 2Material 3Celtra Duo

RESERVA DE FORÇA APÓS O ENVELHECIMENTO ARTIFICIAL – SIMULAÇÃO DE MASTIGAÇÃO

Na simulação de mastigação, Celtra tem comportamento atípico dos materiais cerâmicos. Enquanto as cerâmicas convencionais perdem resistência no processo de envelhecimento, Celtra mantem seu alto nível de resistência em função de sua reserva de forças – uma resistência que contribui para a longevidade da restauração.
Resistência à fratura, coroas anteriores – ciclo térmico (5°C–55°C), 6000 ciclos, seguido de 1,2 milhões ciclos de mastigação a 70 N.
CHEWING SIMULATIONS
Load at fracture, anterior crowns – thermal cycling (5°C–55°C), 6000 cycles, followed by 1.2 million chewing cycles at 70 N.

POLIMENTO NO LABORATÓRIO

Graças à microestrutura única de Celtra, as restaurações podem ser polidas rápida e facilmente. Os finos cristais de silicato de lítio incorporados na matriz vítrea conferem a Celtra uma superfície homogênea que mantém suas propriedades óticas. Além disso, o polimento não requer mais tempo.
Politur im Oabor Politur im Oabor Politur im Oabor

POLIMENTO NA CLÍNICA

Com Celtra, o possível ajuste oclusal intraoral e subsequente polimento da superfície desgastada é realizado de maneira fácil pelo dentista. A qualidade da superfície obtida é excelente graças à nova microestrutura.
Polimento intraoral

Polimento intraoral

Restauração finalizada

Restauração finalizada

Rapidez

CELTRA – COM A QUEIMA DE STAINS E GLAZE

Apenas 29:50 minutos para atingir 370 MPa – Celtra alcança a resistência flexural do dissilicato de lítio em menor tempo. Adicionalmente, a alta estabilidade marginal e excelentes propriedades de polimento proporcionam uma alta qualidade de acabamento aos laboratórios.
Design Schleifen Malen - Glasieren

CELTRA – APENAS POLIMENTO

Em apenas um simples passo de polimento, uma inlay (como exemplo) é fresada em até 14:30 minutos e com 210 Mpa, torna-se duas vezes mais resistente do que cerâmicas vítreas.
 

MAIOR RESITÊNCIA EM MENOR TEMPO

Molar, bloco de tamanho C 14, programa de fresagem convencional
SchleifenSchleifen

RESISTÊNCIA SIGNIFICATIVAMENTE MAIOR EM UM TEMPO APROXIMADAMENTE IGUAL

Molar, bloco de tamanho C 14, programa de fresagem convencional
Schleifen